Federação bugiesa deseja aos portugueses boa sorte no Mundial sem ressentimentos

08-06-2010

Clitemnestro Brandão, presidente da Real Federação Bugiesa de Futebol, enviou uma mensagem escrita para o telemóvel de Gilberto Madail, transmitindo em 12 caracteres os votos sinceros do órgão máximo do futebol bugiês de que a equipa das quinas tenha sucesso em terras africanas. Apesar da rivalidade histórica entre os dois países, os bugieses estão habituados a torcer fervorosamente pela selecção do país vizinho nas grandes competições internacionais (sempre que não participem as selecções da Suécia, da República Checa, de Marrocos, da Colômbia, de Trindade e Tobago, da Arábia Saudita e das Ilhas Salomão) pelos laços que nos unem. O presidente da RFBF considerou unilateralmente esquecido o incidente do jogo particular entre Portugal e o Bugio na Covilhã, marcado para o dia posterior à partida dos portugueses para a África do Sul como brincadeira de mau gosto. Quanto a uma participação futura da selecção “celeste-lodosa” num Mundial, Clitemnestro Brandão mostra-se convicto de que o Bugio possa, finalmente, filiar-se na FIFA, logo que seja aceite a exigência nacional de atribuição de meios pontos por derrota e de menções honrosas por faltas criativas.

Deixe um Comentário

Por Bugio

Outros artigos