Iniciativa “Férias na Fábrica” promete animar o Verão da pequenada

06-08-2010

As crianças bugiesas voltam a ter motivos para esperar um Agosto em grande com o arranque da popular iniciativa “Férias na Fábrica”. Como acontece desde 1991, os pais poderão inscrever os seus filhos com idades entre os 6 e os 12 anos nas escolas que frequentam e, após testes de robustez e formação breve, poderão partir de férias, conscientes de que a sua prole ficará bem entregue, divertindo-se com tarefas didácticas na linha de montagem (das 8 da manhã às 7 da tarde com pausa de meia hora para almoço e duas idas à casa de banho por dia – recomenda-se uso de fralda). Para o secretário de Estado da Juventude e das Indústrias do Sexo, Hipólito Bibi, a popularidade da iniciativa deve-se à conjugação de divertimento e produtividade, particularmente relevante nos tempos de crise que vivemos. “Eu próprio vou receber em minha casa duas crianças durante o Verão para desempenharem tarefas domésticas”, explica. Recorde-se que o mentor da inciativa foi o seu antecessor no cargo, Laurentino Pentecostes (actual presidente da Associação Bugiesa de Indústrias do Calçado), movido pela vontade de afastar as crianças dos perigos da vida moderna. Inicialmente, os rebentos podiam participar também nas iniciativas “Férias na Mina” e “Férias na Construção Civil”, mas estas foram suspensas até se encontrar solução para a elevada percentagem de acidentes incapacitantes. Desde o início dos programas de férias laborais, o trabalho infantil tornou-se praticamente inexistente em território bugiês.

Deixe um Comentário

Por Bugio

Outros artigos